8.9.15

BRANDS | “Dior e Eu”: Raf Simons à mercê do realizador

“O seu nome define a alta-costura francesa”, assegura-nos uma voz-off que, ao mesmo tempo, se sobrepõe a uma sequência de imagens a preto e branco, que exibe excertos da história da marca Dior. É, também, esse rol de memórias que marca o começo de mais um documentário de Frédéric Tcheng. Com estreia nacional prevista para o próximo dia 10 de setembro, o documentário francês procura acompanhar as oito semanas compreendidas entre a introdução de Raf Simons, como o novo diretor criativo da Dior, e o desfile da sua primeira coleção enquanto tal.


(CONTINUE A LER EM ESPALHA-FACTOS)

Sem comentários :

Enviar um comentário

Obrigada pelo seu comentário e por visitar o Edição de Setembro.